22 alunos foram qualificadas para atuar como eletricistas e ganharam uma nova profissão

Para quem tem interesse em seguir a profissão de eletricista, o curso de capacitação de eletricista predial pode ser o primeiro passo. Foi pensando nisso que a Companhia de Saneamento do Pará promoveu o curso para os moradores de Oriximiná, região do Baixo Amazonas. Na primeira turma, 22 alunos foram capacitados para dar início a profissão de eletricista. O curso foi realizado na Escola Municipal Professora Amélia Ferrari, com aulas teóricas e práticas.

Indicado para pessoas que buscam conhecimento sobre o funcionamento da parte elétrica de um prédio, os alunos aprenderam técnicas de base sobre instalações elétricas prediais, e também a executar instalações e manutenção da rede elétrica de baixa tensão em edificações.

O sistema elétrico é complexo e pode ser muito perigoso caso seja manuseado de forma inadequada por uma pessoa sem qualificação. O aluno Anderson Garcia contou que sempre teve vontade de fazer o curso, mas ainda não tinha tido a oportunidade. “O curso foi muito interessante, e ainda nos possibilitou a fazer um estágio, ou seja, colocamos em prática o que aprendemos na sala de aula. Eu estava precisando muito desse curso, até pensei em viajar para Santarém para fazer, até que veio a Cosanpa e me proporcionou essa capacitação. Esse foi o início de uma nova profissão na minha vida”, pontuou Anderson.

Ao final das 80 horas de curso, cada aluno recebeu um kit para que pudesse iniciar no mercado de trabalho. “Fiquei muito feliz com esse projeto, mostra a preocupação com as pessoas que não têm condições de realizar um curso como esse. Ele meu deu uma boa base para dar início nessa profissão, declarou Salon Freitas, participante do curso.

Os cursos de capacitação são realizados pela assessoria de projetos sociais da Companhia para que moradores de áreas onde a empresa realiza obras possam crescer profissionalmente em diferentes atividades.

Obra – O novo sistema de abastecimento em Oriximiná terá capacidade de produzir 180 litros por segundo de água, armazenar cerca de 2 milhões de litros para atender a população urbana da cidade. Atualmente, o sistema abastece 40% do município. A obra já está na fase de instalação de novas tubulações nas ruas da cidade, a previsão é de que os serviços sejam concluídos no final de 2020.

Fonte: Agência Pará - 04/11/2019 15h19 - Por Bianca Buenaño (COSANPA)